domingo, 26 de dezembro de 2010

Mudando de Assunto–Danuza Leão

Quando leio alguma coisa que gosto muito, penso: eu poderia ter escrito isto ( se eu tivesse o dom da escrita, é claro). É o caso desta crônica da Danuza,  muito oportuna nesta época em que pais, avós, padrinhos e tios  se tornam extremamente generosos na hora de presentear as crianças.

“COM O DÓLAR BAIXO e as viagens mais acessíveis, muitos casais agora viajam para o exterior levando os filhos. Ouviram falar que viagem educa e pensam estar contribuindo para o futuro de sua prole da melhor maneira, isto é, viajando; mas não sei se é bem por aí.
Aos dois anos eles vão à Disney e a Miami, aos quatro a Nova York, e aos seis, sete, já fizeram um tour pela Europa (sete países em 21 dias).
Se o pai esquiou e surfou na juventude, antes dos 16 as crianças terão passado uma temporada numa estação de esqui e outra surfando nas Maldivas, do outro lado do mundo.

nova york help!bar
Quem vai a Nova York aos sete, vai lembrar de alguma coisa da viagem além do susto com o tamanho dos edifícios, das montanhas de pipoca e batatas fritas e dos tênis que comprou? Provavelmente não -e nem falar inglês vai aprender.
Para começar, nessa idade se viaja mas não se entende quase nada do que se vê. Para fazer uma viagem que valha mesmo a pena, primeiro é preciso querer muito ir para aquele destino, por uma ou várias razões.
Geralmente essa curiosidade, ou melhor, esse interesse, começa com a história, os livros, os filmes, as músicas. Enquanto a viagem não acontece, existem mais livros, mais filmes, mais músicas, para que se deseje e sonhe mais ainda.
Tem alguma coisa melhor do que realizar um sonho sonhado durante muito tempo?


Cada um fala por si, claro; em criança eu sonhava com Paris, e nunca pensei que fosse lá algum dia. Mas sonhei tanto, que um dia fui, e minha emoção e minhas recordações estão dentro de mim até hoje, intactas. Eu conhecia Paris antes de conhecê-la, e cada rua, cada museu, cada café me remeteu aos sonhos que povoaram minha adolescência.
Valeu, ah, se valeu, e sou uma privilegiada, pois a cada vez que vou é como se fosse a primeira. E quando vejo crianças andando com os pais no Champs Elysées, fico pensando: será que eles ouviram falar que antes do desenho da cidade pelo prefeito Haussmann, Paris era uma favela? Que um dia o Exército de Hitler passou pelo Arco do Triunfo e desceu pela avenida mais linda do mundo, para humilhação dos franceses? Que quando Paris foi libertada pelo general De Gaulle, ele desceu a mesma avenida com o povo aplaudindo, num dos momentos mais emocionantes da história?
Se soubessem disso -e de várias outras coisas-, essa viagem não teria sido diferente, infinitamente melhor? E adianta ver o túmulo de Napoleão sem saber pelo menos parte de sua história? Claro que não.

O triste é que essas crianças que crescem conhecendo o mundo todo perdem a capacidade de desejar, de sonhar. Estou cansada de ver uma garotada sem vontade de nada, pois já tiveram tudo, desde cedo; entendem de sushi, conhecem as grifes, possuem todos os iPads e iPods do mundo e não conseguem se deslumbrar com mais nada.
Perguntei a um deles outro dia em que pretendia trabalhar (isso já aos 25!) e ouvi como resposta que ainda não sabia, mas que o importante era ser feliz. Mas como assim, ser feliz?
Não havia um objetivo mais concreto, uma curiosidade louca de conhecer alguma coisa, de ir a algum lugar, de sonhar, fosse com o que fosse? Não, ele só queria ser feliz.
É bem legal querer ser feliz, mas é pouco.”
danuza.leao@uol.com.br

São Paulo, domingo, 19 de dezembro de 2010

3 comentários:

Cláudio J. Gontijo disse...

Delma.


Biólogo e Professor, vou percorrendo alguns blogs,aleatoriamente, para divulgar a causa ambiental. Se puder visite o VERDE VIDA. http://www.vervida.blogspot.com

Felicidade em sua jornada.

Anônimo disse...

Olá estou fazendo uma pesquisa sobre NY, gostei do seu post. (Estou te seguindo)Parabéns!
Se possivel venha me visitar?
www.claudilicearagao.blogspot.com

Delma disse...

Muito bom tê-los por aqui

Claudio
Veja minhas postagens sobre Meio Ambiente http://dilurdis.blogspot.com/search/label/Meio%20Ambiente


Claudilice
Já estive em Nova York, mas faz tempo. Não tinha o Blog ainda.
Veja http://www.novayork.com/

Bjs